Type to search

DICA: COMO UTILIZAR O VADE NA PREPARAÇÃO (E NA PROVA) DE SEGUNDA FASE?

2ª Fase Dicas de Estudo Estratégia

DICA: COMO UTILIZAR O VADE NA PREPARAÇÃO (E NA PROVA) DE SEGUNDA FASE?

Olá pessoal!

Esse post é dedicado á você que se prepara para a 2a fase do Exame de Ordem. Mas, certamente, também alcança qualquer outra circunstância em que você, dependendo do manuseio do seu vade pra alcançar o objetivo final, possa estar inserido.

Não irei tratar das chamadas “marcações”, sejam por cores ou clips. Isso pra não criar uma confusão, no caso de você já ter adotado alguma estratégia neste sentido (nos cursos preparatórios, cada área acaba adotando uma estratégia neste sentido).

As dicas aqui são superficiais e objetivas. Não é pra lhe garantir ser o “Mr. Vade”, mas olhar pra esse tanto de leis e códigos não tão “perdido”.

Imagem relacionada

Dica 1 – O básico

Tente entender qual a lógica de apresentação das legislações contidas no seu vade. As editoras costumar utilizar uma apresentação, costumeiramente, muito parecida. Esta disposição te ajudará a ter uma “noção” de onde procurar determinada lei. O índice de legislação é o melhor lugar pra você enxergar tudo isso.

Dica 2 – Salvador de “vidas”.

Identifique no seu vade o chamado índice alfabético remissivo. Este é o verdadeiro “salva vidas” da sua prova. Não é incomum a prova apresentar temas “alienígenas” (com todo respeito aos temas, claro rs). Ou seja, aqueles temas que nunca caem… mas de repente aparecem na sua prova. E aí? O que fazer? Chorar ou rezar pra Santo Expedito (o Santo das causas impossíveis!).

A solução é simples: índice alfabético remissivo e índice sistemático. Você terá que, primeiramente, compreender quais são as palavras ou expressões que podem fazer sentido de serem pesquisadas nesta ferramenta do vade. Por exemplo:

Uma questão falando sobre inelegibilidade do prefeito de um município. Se você não fizer ideia de onde encontrar dispositivos sobre o tema, busque expressões como “inelegibilidade”, “eleição”, “prefeito”. Certamente em uma delas haverá a indicação de artigos relacionados.

No índice sistemático, você verá a estrutura por Títulos e Capítulos destacada, sem os artigos que a compõe. Isso facilitará muito você encontrar exatamente o intervalo de artigos que você precisa, a depender dessa localização global na legislação em questão.

 

Resultado de imagem para indice vademecum

Exemplo de índice sistemático

Dica 3 – Conferir sempre

Espero que na maioria das situações (seja na peça ou questões), você saiba localizar o assunto no seu vade. Não apenas por saber manusear a importante ferramenta que indicamos acima (e que muitas vezes desprezamos), mas por conhecer o tema material/processual.

No entanto, existem temas muito peculiares. Que exigem certa conexão com legislações esparsas. Ou seja, há um fundamento constitucional, mas existe uma, duas ou mais leis que tratam do tema. E mais, podem existir ainda as súmulas aplicáveis ao caso.

Deste modo, considerando o tempo que você terá na prova (claro, você precisa controlar isso), busque verificar no próprio texto se há alguma indicação remissiva que te conduzirá para essas conexões. Se o tema for sensível, embora você conheça o minimo do assunto, faça  pesquisa no índice remissivo pra estancar qualquer possibilidade de assunto ou conexão.

Resultado de imagem para indice vademecum remissivo

Exemplo de índice remissivo

Dica 4 – Leia as súmulas

O capítulo das súmulas costuma ser esquecido, negligenciado pelo estudante. Seja o da faculdade, da OAB ou mesmo de concurso. Cada vez mais, principalmente diante da grande relevância deste precedentes consolidados, as bancar vem cobrando em prova.

Eu sei que você poderá levar o vade no dia da sua prova. Mas qualquer segundo a mais que você ganhar no manuseio do material, na elaboração da resposta, será um momento a mais de tranquilidade que você terá em conseguir responder toda a prova (não aconselho deixar em branco, nunca, em hipótese alguma!). Mas então, qual a sugestão?

Respondo: reserve poucos minutos do seu dia pra passar o olho por todas as súmulas. STJ, STF (ordinárias e vinculantes), TST (no caso da opção pela área trabalhista).  É importante você saber que existe! Saber que já leu uma súmula sobre esse tema. Confiem… em uma situação onde aquele tema esteja sendo cobrado, você lembrará que existe uma súmula sobre o assunto, e terá muito mais condições de pontuar em um quesito (que certamente a bancar indicará).

Espero que tenham gostado e que isso seja útil, de alguma forma!

Forte abraço a todos e ótimos estudos!

 

Savio Chalita

Tags:

You Might also Like

Editora Foco