Type to search

Como elaborar o seu recurso!

2ª Fase Recursos

Como elaborar o seu recurso!

A interposição dos recursos se dá por meio eletrônico de forma individualizada, no site: http://oab.fgv.br

O prazo recursal será aberto em 26/12 às 12h e se encerrará no mesmo horário do dia 29/12, somente nesta data, estará disponível o link para interposição!

Importante: Não deixe para a última hora!

O recurso é interposto por meio de um formulário eletrônico, e você tem campos específicos para a peça e para cada questão. Assim sendo, as razões recursais deverão ser digitadas no respectivo campo. Tendo em vista que na peça temos um campo único, deve ser feita descrição acerca do item ao qual se está recorrendo, do mesmo modo com relação as questões quando possuem mais de um item.

Você terá 5000 caracteres para recorrer da peça na íntegra e 5000 caracteres para cada questão.
Recorra de tudo quanto for possível, mas seja sempre respeitoso com o examinador. Muita atenção! Em hipótese alguma se identifique. Em ambos os casos (desrespeito com a Ordem ou Comissão, bem como identificação) há indeferimento liminar do recurso, ou seja, ele sequer será apreciado!

Escreva em 3ª pessoa: “o recorrente”; “o requerente”; “o candidato”.

O resultado dos recursos deve ser divulgado no dia 17 de janeiro de 2020.

E a repescagem professora? Teremos um edital complementar – oportunamente falaremos sobre ela – com todas as especificações. Este edital deve ser publicado em 21 de janeiro de 2020.

Elaboração de seu recurso
Imprima sua prova.
Imprima seu espelho de correção.
Consulte também o ‘padrão de respostas’ nele você pode encontrar argumentos para os seus recursos.

1. Análise criterioso da correção
a) Faça o ‘check list’ item a item do espelho com sua prova, verifique o que deixou de ser pontuado e que consta em sua prova, marque no seu espelho (depois você vai voltar nele para efetivamente redigir o recurso) em qual linha aquele argumento/fundamento foi abordado por você.

b) Anote também eventual item da peça ou questão que apesar de diverso do espelho, deve ser considerado como correto – e por qual razão deve ser aceito, qual será seu fundamento para tal?

2. Razões recursais
Você pode/deve recorrer de todo e qualquer item da peça ou questões, desde que seja viável! Como fazer?
Pegue as anotações que você fez e passe à redação!
Aponte o item do qual você está recorrendo, descreva o que se esperava como resposta.
Em seguida, demonstre que a resposta apontada como correta foi a resposta dada e indique em quais linhas ela se encontra.

Conclua requerendo a pontuação pertinente: Para notas parciais – se a resposta está integralmente correta, peça a pontuação máxima.
 Para notas zeradas – se a resposta está totalmente correta, peça a nota na íntegra, se a nota está parcialmente correta, peça a nota proporcional.

No caso de resposta diferente mas também correta você deverá arguir que em que pese estar distinta do gabarito também é correta e por isso deve ser considerada e a pontuação devidamente atribuída.
Aponte o fundamento que justifique seus argumentos e requerimento.
Peça a atribuição de nota.

Outras dúvidas
Quem pode recorrer?
Todos que de algum modo foram prejudicados!
Atenção, se você já foi aprovado, você pode, mas não precisa recorrer! Vá curtir sua aprovação!
Como saber se recorrer vale a pena? É a maior a chance de quem precisa de menos pontos?
Ao concluir a análise de sua correção, você vai fazer a verificação do quantum de pontuação você pode vir a alcançar no caso do provimento na íntegra de seu recurso. Se essa pontuação foi superior a 6,0 então há chances e você deve recorrer. Se, de outro modo, mesmo recorrendo de todos os pontos, você não alcançar a pontuação mínima necessária para sua aprovação, então seu recurso se torna inviável.

Nem sempre aquele que precisa de menos pontos terá maior êxito.
Nem sempre aquele que precisa de mais pontos está fadado ao fracasso.

As maiores chances de êxito estão se dão quando há erro na correção – o que é muito comum. O candidato redige o assunto com palavras diversas das que constam do espelho e o examinador não considera a resposta.
Há casos em que se deve requerer a anulação ou mesmo que seja considerada resposta diversa da constante do espelho – analisar cada caso e cada disciplina em específico – é preciso, contudo, apontar que as chances de êxito nestes casos, são bem menores.

Para mais dicas sobre tudo que acontece no Exame de Ordem, siga nosso perfil no Instagram: @profkaremferreira

Tags:

You Might also Like

Editora Foco